domingo, 15 de novembro de 2009

Balanço e perspectivas

E se a vida fizesse sentido
se tudo seguisse tranquilo
e se o verso fosse só um poema
às vezes sem sentido

e se tudo tivesse sentido
e se tudo fizesse sentido
e se o verso fosse
um poema de amor
um poema de amante
um poema de vinícius

Sobre todas as coisas
à margem
sorrindo
flutuando e sentindo

me engolfo
não saibo
inseguro e consistente
te sinto

Te faço elegias por partes
entrego versos completos com sentido
na síntese sigo suave, tranquilo
no diálogo do que sou e o que digo

afirmo, sou rapper ou navego o vício
no quebra-cabeça que é líquido
que a peça que falta que sou eu quem decido

pra quebrar o ritmo

pra que
be
ce
de

é você

2 comentários:

Clarice disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Clarice disse...

teus poemas combinam perfeitamente com o som do radiohead, incrivel